Ecocardiograma em cães e gatos: Tudo que você precisa saber

Ecocardiograma em cães e gatos: Tudo que você precisa saber

Saiba qual é a importância do ecocardiograma para auxiliar no diagnóstico da saúde do coração de seu cão e seu gato.

Exames de imagem estão entre os principais facilitadores para médicos veterinários que dia após dia precisam realizar diagnósticos das mais variadas doenças em cães e gatos. Tais exames são essenciais para auxiliar no diagnóstico e posterior tratamento dessas diversas patologias. Garantindo maios qualidade de vida ao bichano.

As patologias em animais de pequeno porte são diversas e, se não tratadas corretamente podem deixar o animal bastante doente, levando-o até a óbito. Porém, quando as doenças relacionam-se com o coração do animalzinho, o medo dos tutores é ainda maior. Há casos relatados onde um animal teve morte súbita sem mesmo ter sido diagnosticado com alguma doença coronária grave, certamente a tristeza do tutor foi muito grande.

Não são poucas as vezes que o médico veterinário do seu “pet” indica um médico veterinário especialista em cardiologia veterinária, que por sua vez necessitará de um diagnóstico por imagem mais especifico para visualizar a condição geral do coração de cães e gatos.

Possivelmente você não saiba com exatidão qual é a importância deste exame, ficando assustado quando o veterinário o solicita. Para ajuda-lo a entender melhor a importância do Ecocardiograma em cães e gatos leia este post feito pela Vetmétodo Diagnósticos exclusivamente para você. Boa leitura!

Como é o exame de ecocardiograma em cães e gatos?

O ecocardiograma em cães e gatos é um exame que revolucionou a medicina veterinária de diagnóstico e nada mais é do que um exame ultrassonográfico padrão, mas que avalia a saúde do coração. O dispositivo ecocardiográfico capta ondas sonoras que são emitidas por todas as partes do coração do paciente animal. Esses ecos são transformados em imagem que são exibidas em um monitor, permitindo ao médico veterinário analisar todas as características estruturais do coração do paciente.

O exame apresenta como resultado imagens estáticas e em movimento do coração e suas respectivas válvulas. Quando se faz uso do doppler em conjunto, o veterinário conseguirá identificar também a direção do fluxo e a velocidade do sangue graças ao mapeamento em cores que essa técnica produz. Tudo em prol de uma avaliação mais eficaz do coração de nossos pets.

Procedimento padrão para a realização do ecocardiograma

O procedimento para um exame ecocardiográfico é semelhante ao ultrassom abdominal e consiste em deixar o cão ou gato deitado de lado em uma mesa. Assim como o ultrassom, talvez seja necessário fazer a tricotomia de uma pequena parte do pelo do animal para que o exame seja mais eficiente.

Feita a retirada do pelo, com o auxilio de um gel, o profissional veterinário procede com o exame, observando toda a estrutura cardíaca do pet que será reproduzida na tela do monitor acoplado ao equipamento ecocardiográfico. O exame dura entre 40 minutos a 1 hora.

É importante citar que, durante o período do exame, o cão ou o gato deverão ficar deitados de lado, permanecendo nesta posição até o final do exame, isso que pode piorar a falta de ar em alguns animais que já apresentem problemas cardíacos. Dessa forma, caso o animal não permita a contenção e fique muito dispneico (apresentando dificuldade para respirar), o veterinário deverá saber parar, remarcando o exame após estabilização do pet. Assim, escolha sempre uma clinica ou laboratório que sempre priorize o bem estar dos pacientes.

Quer agendar o exame de ecocardiograma animal?

Clique no botão e ligue diretamente através de seu celular

Atendimento de 2ª á 6ª das 8:00h ás 19:00h

Sábados 8:00h ás 14:00h

Av. Afonso Mariano Fagundes, 136 – Saúde, São Paulo – Zona Sul – Próximo ao Metrô Saúde – (Estacionamento no local)

O ecocardiograma avalia toda a estrutura do coração de cães e gatos

O ecocardiograma em cães e gatos (também conhecido como ecocardiografia) permite obter informações sobre o coração dos animais. Diversas são as estruturas que o médico veterinário conseguirá obter ao lançar mão de um ecocardiograma, veja:

  • Tamanho e função das câmaras que constituem o coração (átrios e ventrículos);
  • Espessura de suas paredes;
  • Integridade e movimentação das válvulas cárdicas – mitral e tricúspide (entre átrios e ventrículos) aórtica e pulmonar (entre ventrículos e artérias);
  • Padrões do fluxo sanguíneo;
  • Avaliação completa das veias cavas, veias pulmonares, artéria pulmonar e aorta, e análise do pericárdio;
  • Indicadores de função ventricular.Em resumo, toda a estrutura do coração é analisada através do ultrassom realizado no coraçãozinho do seu pet. Com o exame, o diagnóstico de possíveis problemas cardíacos em cães e gatos fica mais claro e o tratamento cardiopático (se necessário) torna-se mais eficaz.

Quais as vantagens do exame de ecocardiograma animal

Assim como o eletrocardiograma (responsável por observar as ondas elétricas do coração), o ecocardiograma em cães e gatos apresenta diversas vantagens que facilitam o prognóstico cardíaco do médico veterinário e priorizam sempre o bem estar dos pets. Veja:

  • Não é invasivo, não necessitando de nenhuma espécie de corte;
  • É indolor e não gera nenhum estresse, com o procedimento ecocardiográfico funcionando como uma massagem para cães e gatos;
  • Não necessita de nenhum tipo de sedação, com o exame sendo feito com o animal acordado;
  • Nenhum preparo prévio por parte do tutor é necessário. A tricotomia da área do tórax algumas vezes é necessária, mas é realizada pela equipe responsável pelo exame;
  • Mais eficiente que um exame de raio x tradicional, com resultados mais detalhados;
  • Não emite nenhum tipo de radiação, sendo um exame totalmente seguro para animais, tutores e equipe;Como vemos, as vantagens do ecocardiograma de cães e gatos são muitas. Mas ainda não falamos da principal vantagem do exame. Você sabe qual é?

Quando solicitado, o ecocardiograma melhora com a qualidade de vida de pets que porventura tenham cardiopatias. Com o exame, o médico veterinário terá um auxiliar de grande relevância no diagnóstico precoce de doenças do coração de cães e gatos.

Você sabe quais são as principais doenças cardíacas de cães e gatos? Conheça-as a seguir.


Principais doenças cardiacas em cães e gatos

Doenças cardíacas em cães e gatos vêm se tornando cada vez mais comuns. Isso ocorre devido à maior longevidade atingida por cães e gatos, resultado das maiores condições para promover a saúde veterinária deles.

Existem basicamente duas principais causas de cardiopatia: degeneração da valva mitral (em cães, essencialmente) e cardiomiopatia (em cães e gatos).

A degeneração da valva mitral (ou endocardiose) é a doença cardíaca mais recorrente em cães, raramente ocorre em gatos. Essa cardiopatia acomete, principalmente, cães de pequeno a médio porte, idosos e machos. A valva mitral separa o átrio do ventrículo esquerdo e em condições normais, fecha-se completamente quando o coração se contrai, garantindo assim a direção correta do sangue. Em casos de degeneração desta valva, ocorre o espessamento e distorção dos folhetos que perdem a capacidade de coaptação e quando o coração se contrai parte do sangue segue o caminho errado de volta para o átrio esquerdo. Este refluxo de sangue que pode ser auscultado com o auxílio do estetoscópio e é o que chamamos de sopro.

Já a cardiomiopatia é uma doença do músculo cardíaco e acomete cães e gatos. Algumas raças são mais predispostas, indicando assim um componente genético. Nesta cardiopatia, o músculo cardíaco se torna fraco e flácido culminando em falha no bombeamento de sangue com consequente diminuição do fluxo sanguíneo para os órgãos.

Entre as cardiomiopatias temos a cardiomiopatia hipertrófica (CMH). Esta doença é considerada o inimigo número 1 do coração de felinos. Ela resulta em aumento da espessura do miocárdio, geralmente do ventrículo esquerdo, com diminuição da luz desta câmara, significando redução na capacidade de enchimento ventricular.

Como posso ajudar o veterinário a identificar doenças do coração em meu cão e gato?

Ninguém conhece melhor seu cão ou seu gato do que você mesmo. Você que convive com ele todos os dias e sabe quando algo não está certo. Por isso, qualquer mudança na rotina deles, por mais simples que seja, deve ser comunicada ao veterinário.

Quando os problemas de saúde são no coração, o diagnóstico e o tratamento precoces podem fazer toda a diferença na garantia da saúde e da qualidade de vida do pet. Desse modo, caso você observe alterações comportamentais do seu animal, como as apresentadas abaixo, leve-o até seu veterinário de confiança. Os principais sintomas de doenças cardíacas são:

  1.  Tosse: sintoma comum em muitas doenças, entre elas, a tosse pode ser um sintoma de doenças cardíacas;
  2. Dificuldade em respirar: mudanças no padrão respiratório devem ligar o sinal de alerta. Problemas cardíacos podem causar falta de ar e respiração acelerada;
  3. Alteração comportamental: animais que apresentam cansaço com facilidade, ficando indispostos para brincar, apresentando relutância ao exercício ou aparência deprimida podem ser sinais relacionados a doença cardíaca;
  4. Falta de apetite: perda de apetite pode indicar muitas doenças ou uma simples indisposição momentânea. Porém, esse sintoma, combinado com alguns dos outros apresentados nesta lista, podem indicar problemas cardíacos;
  5. Perda ou ganho de peso: a perda de peso é um dos sintomas mais comuns em animais cardiopatas descompensados. Também pode existir um falso ganho de peso, que pode acontecer quando o animal apresenta abdômen inchado por líquido devido à insuficiência cardíaca. Com isso o cão ou o gato podem ter uma aparência barriguda (mas nada saudável);
  6. Desmaio: Desmaios ou perda de consciência, mesmo que temporária, são preocupantes e a busca por ajuda veterinária deve ser imediata. Pode ser um sinal de muitas doenças graves diferentes. Doenças do coração fazem parte da lista;
  7. Fraqueza: Animais idosos tendem a apresentar maior fraqueza. Assim, esse sintoma pode ser visto como um sinal geral de envelhecimento, mas não deixe de procurar atendimento veterinário se a fraqueza aparecer combinada com outros sintomas;
  8. Inquietação: se o seu cão ou seu gato ficam muito inquietos, particularmente à noite, com dificuldade em deitar e dormir,  ele pode ter uma doença cardíaca;
  9. Edema: Edema são inchaços dos tecidos do corpo. No que diz respeito à doença cardíaca, seu animalzinho pode apresentar inchaço no abdômen e extremidades, além de acumular líquido nos pulmões dificultando a respiração do pet.

Tais sintomas podem ser absolutamente nada e o animal pode estar totalmente saudável, mas podem também representar uma doença cardíaca grave. Assim, é essencial que você solicita auxilio veterinário, este irá avaliar o animal adequadamente e, caso sinta necessidade, solicitará um exame de ecocardiograma em cães e gatos.

O veterinário solicitou um ecocardiograma para meu gato. Ele está doente?

Não necessariamente. Um ecocardiograma para gatos é solicitado em diversos casos que não indicam doenças do coração, como é o caso dos checkups recomendados para animais idosos.

E, se o veterinário solicitou o exame é porque após a avaliação clínica, complementada pelas informações que você indicou, ele sentiu a necessidade de complementação do prognóstico, e o exame ecocardiográfico é um dos exames mais esclarecedores na garantia da saúde do coração dos pets.

Em caso da solicitação do ecocardiograma, indicamos que você agende o exame. Doenças cardíacas geralmente são progressivas, com tendência de agravamento com o tempo. O tratamento precoce é essencial para que a evolução da doença cesse.

Indicações para o exame de ecocardiograma em cães e gatos

Para o médico veterinário, os principais indicativos para que ele solicite um ecocardiograma são os seguintes:

  • Avaliação de pacientes com suspeita de alguma cardiopatia;
  • Identificação da causa de uma cardiomegalia (aumento do coração) detectada pelo eletrocardiograma ou radiografia;
  • Avaliação de pacientes com sons questionáveis à auscultação;
  • Identificação da progressão de enfermidades cardíacas e suas terapias;
  • Avaliação da função ventricular esquerda quantitativamente com mensurações recorrentes;
  • Identificação de efusões (derrames de líquido) pericárdicas, pleurais, massas pericárdicas e tumores cardíacos, e corpos estranhos perfurantes;
  • Observação do pulmão, massas mediastinais e hérnias diafragmáticas;

Escolha a melhor solução em exame deecocardiograma veterinário

A melhor solução é a Vetmétodo Diagnósticos. Contamos com equipamentos de ecocardiografia de última geração que possibilitará uma melhor avaliação com grande precisão do coração dos animais.

A equipe da Vetmétodo Diagnósticos conta com médicos veterinários altamente especialistas em ecocardiograma, que trarão bem estar ao “PET” laudando o exame cardiográfico de uma maneira ainda mais precisa.

Quanto custa um ecocardiograma para cachorro

O valor do exame de ecocardiograma para cães e gatos é de R$ 160,00. Valores iguais para cães e para gatos.

Além disso, nós da Vetmétodo Diagnósticos priorizamos um atendimento de excelência, com precisão nos resultados e na rapidez da entrega. E tem mais, você não precisa retirar em nossa recepção o resultado, que será disponibilizado on line via site, que você pode acessar no conforto da sua casa.

Ecocardiograma para cachorro sp

Av. Afonso Mariano Fagundes, 136 – Saúde, São Paulo.

Quer agendar o exame de ecocardiograma animal?

Clique no botão e ligue diretamente através de seu celular

Atendimento de 2ª á 6ª das 8:00h ás 19:00h

Sábados 8:00h ás 14:00h

Av. Afonso Mariano Fagundes, 136 – Saúde, São Paulo – Zona Sul – Próximo ao Metrô Saúde – (Estacionamento no local)

Seu “pet” precisará fazer um exame de ecocardiograma? Não fique preocupado.  Entre em contato com a Vetmétodo diagnósticos AGENDE AGORA OU PEÇA MAIS INFORMAÇÕES , temos a melhor solução em exames de ecocardiograma veterinário em SP para seu amigo.

Comentários

comentários

Post recentes