Raça pug | Saiba ainda mais neste Mega Guia | VetMétodo

– Raça Pug | Saiba ainda mais neste Mega Guia 

Nesse texto você encontrará as seguintes informações sobre a raça Pug

Clique no MENU abaixo e vá diretamente no assunto de seu interesse.

 

Origem da raça Pug

Também conhecido como Carlino, o cachorro pug é uma raça de origem chinesa. Historiadores encontraram uma série de documentos e desenhos com cães similares na nação chinesa oriental em documentos datados de 1700 A.C.

 

Cores Pug

Os cães da raça podem possuir diferentes tonalidades de coloração, porém, as principais cores que dominam as pelagens dessa divertida raça são: Preto, fulvo, abricot e fulvo prateado.

 

Altura Pug

Os cães da raça Pug são conhecidos por serem animais de pequeno porte. Quando adultos, os machos não ultrapassam os 30 centímetros, enquanto as fêmeas podem alcançar cerca de 25 centímetros.

 

Pug expectativa de vida

É comum que raças de cachorro que sejam de pequeno porte possuírem uma expectativa de vida um pouco elevada. No caso do Pug, a história não é diferente. Cães dessa raça possuem expectativa de vida que varia entre 12 e 15 anos.

 

Pug peso

Por ser um animal de pequeno porte e relativamente alto, seu peso costuma variar entre 6kg e 8kg.

Padrão da raça FCI

Padrão oficial da raça Pug (CBKC/CFI) em português

Padrão da raça AKC

Padrão oficial da raça Pug na versão americana Kennel Club (AKC) em inglês

Grupo 9 – cães de companhia

Pug personalidade

Uma das principais características da raça pug é é que ele é um cachorro encantador, além disso a raça é muito dócil e um tanto quanto brincalhão, especialmente com as crianças. Dono de um temperamento equilibrado, é muito valente e seu pequeno tamanho não o impede de se defender ou então de enfrentar animais maiores que eles. É extremamente fiel e apegado aos seus donos, e não mede esforços quando o assunto é defende-los ou então alertá-los, sobre qualquer problema e/ou então perigo, algo que o torna uma companhia constante ao lado de seu proprietário com pouco tempo de contato.

Bastante sociável, atento e teimoso, o pug não oferece nenhum tipo de resistência quando precisa conhecer e interagir com novas pessoas, muito tranquilo, possui grandes capacidades de se adaptar a novos ambientes, pessoas, e até mesmo outros animais. Um tanto quanto astutos, os cães dessa raça estão sempre prontos para brincar, seja com adultos, crianças e até mesmo idosos.

 

Pug Cuidados

O Pug é um cão que gosta de exercícios, porém, sofre com hipertemia, ou seja, não se dá muito bem em ambientes quentes, por isso aprecia temperaturas agradáveis dos ambientes internos de uma casa e/ou então apartamento.

Embora não necessite de grandes quantidades de atividade física, para se manter saudável, o pug precisa se exercitar de maneira regular, pois possui tendência para desenvolver obesidade, portanto sua alimentação deve ser controlada. O ideal é que sua dieta seja extremamente balanceada sem qualquer tipo de exageros, caso contrário, alguns problemas de saúde podem surgir.

Pugs precisam ter suas rugas – principalmente as da face, limpas pelo menos duas vezes por semana. É muito importante que a parte interna de suas dobrinhas não fiquem úmidas, pois há grande risco de proliferação de fungos e surgimento de assaduras. Médicos veterinários indicam a utilização de soro fisiológico para limpar suas dobrinhas e depois secar muito bem o animal.

Outro cuidado importante deve ocorrer com os olhos dos pugs. Por terem olhos saltados, veterinários recomendam a limpeza dos olhos duas vezes por semana fazendo uso de soro fisiológico, enxugando os excessos que podem escorrer pela face do animal. Caso perceba algum tipo de secreção ou machucado leve-o no veterinário, pois infecções mais graves podem ocorrem rapidamente.

 

Pug doenças (saúde)

Pugs geralmente são saudáveis, mas como ocorre em diversas raças caninas, estão sujeitos a desenvolverem determinadas doenças e/ou então condições de saúde. Entre os principais problemas de saúde do pug estão:

  • Desenvolvimento de dermatites;
  • Displasia coxofemoral;
  • Problemas oculares;
  • Hipertermia.

 

 

Desenvolvimento de dermatites

Essa raça pode sofrer com alguns problemas de pele que podem ser provenientes do acumulo de sujidade em suas dobras, bem como proliferação de fungos quando suas dobrinhas estão molhadas. Os sinais mais claros de dermatite em pugs é irritabilidade, ou então quando o cão começa a lamber suas patas ou ficar se esfregando em um determinado local.

Saiba mais sobre dermatites em pug

 

Displasia coxofemoral

Infezlimente, o pug está sujeito a displasia coxofemoral. Que nada mais é do que o mau encaixe entre a cabeça do fêmur e a bacia. A doença é hereditária, mas seu aparecimento normalmente se dá pela influência de fatores ambientais, tais como escadas e degraus na casa. Os principais sintomas desse problema de saúde são o cão mancar, demonstrar dor ao caminhar e realizar extremo esforço ao se levantar.

Saiba mais sobre a Displasia coxofemoral na prevenção, diagnósticos e tratamentos.

 

Problemas oculares

Os problemas oculares que atingem o Pug são: diminuição da lágrima e ressecamento ocular. Uma doença automaticamente causa a outra e isso infelizmente é dá fisiologia do animal. Esse problema pode ser notado por uma secreção ocular densa e também quando os olhos do animal estão avermelhados e sem brilho.

Saiba mais sobre problemas oculares em pug

 

Hipertermia

A hipertermia é o superaquecimento da temperatura corporal. O pug é sensível ao calor devido às suas vias aéreas superiores serem curtas, algo que prejudica a respiração e a transpiração. Os sinais de sofrimento com o calor são: respiração ofegante, ou então dificuldade de respirar e principalmente taquicardia.

Saiba mais sobre a hipertermia em pug

 

Pug preço

Os valores de um filhote de pug podem variar entre R$ 1.500,00 até R$ 5.000,00. Porém, através de pesquisas corretas, é possível encontrar filhotes da raça em canis especializados com valores na média de R$ 2.500,00.

 

Preparativos para a chegada do filhote de pug

Receber um filhote de Pug requer alguns cuidados que vão envolver atitudes como carinho, dedicação, amor e principalmente paciência.

Os principais cuidados com o filhote de pug são:

  • Local onde o filhote vai ficar na casa;
  • Banheiro do filhote;
  • Enxoval;
  • Alimentação;
  • Visita ao veterinário;
  • Vacinação e vermifugação;
  • Primeiro banho;
  • Primeiro passeio.

 

Local onde o filhote vai ficar na casa

O primeiro passo para chegada do filhote de pug é o seu local na casa. Mesmo quando filhote, o pug já sente calor, portanto, um lugar fresco e arejado é o local ideal para que o mais novo membro da família seja alocado. A lavanderia ou uma sala de piso são ótimas escolhas.

 

Banheiro do pug

O pug é um cachorro extremamente inteligente, portanto, ensiná-lo a fazer suas necessidades não é um grande problema. Caso exista um gramado na casa, ensine-o a fazer suas necessidades aí, caso o local seja todo concretado, treine o filhote para que ele utilize áreas próximas ao ralo.

É muito importante elogia o cão quando ele fizer suas necessidades no local correto e repreende-lo quando ele se aliviar no local que não combinado.

 

Enxoval do pug

O filhote de pug não precisa de muita coisa. Uma casinha ou caminha confortáveis, sem cobertores devido a sua hipertermia, brinquedos para morder e ursinhos de pelúcia para que ele não se sinta sozinho são suficientes.

 

Alimentação do pug

A alimentação do pug precisa de atenção, principalmente quando ele for filhote. Recomenda-se que o pequeno receba apenas ração formulada para filhotes de pequeno forte e na quantidade correta, uma vez que essa raça possui tendência de ganho de peso.

 

Visita ao veterinário

A primeira visita do pug ao veterinário de confiança do proprietário deve ocorrer quando o filhote tiver cerca de 45 dias de vida. É nesse momento que o veterinário irá passar orientações sobre os primeiros cuidados com o cão, que será examinado com a finalidade de verificar sua real condição de saúde.

 

Vacinação e vermifugação do pug

O filhote de pug deve ser vacinado logo após seu desmame, algo que ocorre com aproximadamente 45 dias de vida.

As vacinas protegem o animal contra uma série de doenças como: Cinomose, Parvovirose, Coronavirose, Adenovirose, Hepatite, Parainfluenza, Leptospirose e Raiva.

A primeira dose é feita aos 45 dias de vida, a segunda aos 75 dias de vida, a terceira aos 105 dias de vida e por fim a vacina de raiva deve ser dada aos 135 dias de vida.

Além disso, muitos parasitas podem acometer o filhote de pug, por isso é necessário vermifugá-lo.

A primeira dose de vermífugo deve ser dada aos 15 dias de vida, com reforço após mais 15 dias. Após esse esquema, a vermifugação é mensal até o sexto mês de vida. Passado o sexto mês, deve-se vermifugar o cachorro de 4 em 4 meses.

 

Primeiro banho do pug

Como ocorre em outras raças, os filhotes de pug também possuem baixa imunidade. Sendo assim, os banhos são sugeridos apenas após a oitava semana de vida, em dias quentes com água morna e produtos veterinários desenvolvidos para filhote.

Pelo fato de suas dobrinhas serem suscetíveis a proliferação de fungos, é necessário secar o animal com cuidado e firmeza para que a umidade não traga problemas dermatológicos.

 

Primeiro passeio do pug

Por possuírem tendência de ganho de peso, o cão pug precisa passear regularmente. Porém, devido a sua hipertermia os donos devem leva-los em horários considerados frescos, como início da manhã ou final da tarde.

É importante ressaltar que veterinários dizem que o filhote de pug só estará pronto para sua primeira saída na rua, após os 4 meses de vida, quando estiver totalmente imunizado depois de ter recebido as vacinas e vermífugos necessários.

 

IMPORTANTE: As informações contidas neste site têm caráter meramente informativo. Elas não substituem o aconselhamento e acompanhamento do médico veterinário e especialistas. Não deixe de consultar seu veterinário.

Related Post

Pug Doenças: Diagnóstico, Tratamento e Prevenção... Pug Doenças:  Diagnóstico, Tratamento e  Prevenção Cães da  são um tanto quanto divertidos, espalhafatosos e adorados por muitas pessoas, porém neces...

Comentários

comentários

Recommended Posts